No Gloves On

Altuzarra, Porque Sim!!

Leave a comment

Uma das razões que me faz ADORAR o design de Altuzarra de estação para estação e de ano para ano, é a sua simplicidade. Simplicidade que é tudo menos simples.

Começa sempre com um primeiro olhar sobre algo que parece familiar, um segundo olhar que nos mostra a complexidade do design e um terceiro olhar que praticamente nos bate de volta na cara quando percebemos a intriga de factores que vai no seu design simples (?) – e que faz o ‘familiar’ cair por terra. É que Mr. Altuzarra gosta de brincar com a simplicidade dos materiais e dos tecidos familiares, com cortes que nada têm de familiar.

Quer seja em pormenores bem discretos ou em cortes bem expressivos, uma vez mais esta sua ‘simplicidade’ para a Primavera 2015 deixou-me de queixo caído!

Tudo na colecção nos agarra imediatamente com um aroma familiar em peças frescas, com tecidos aos quadradinhos e com texturas tradicionais mas que, claramente depois de estarem dentro da sua cartola com os seus pózinhos mágicos, se transformam completamente e perdem essa inocência ‘familiar’ para uma história bem mais complexa.

Com cortes muito ‘adultos’ e conjuntos bem fortes, expressivos e muito modernos, todas as peças vibram entre duas dimensões opostas: a luz e a sombra, o tradicional e o moderno, a inocência e o pecado.

E é assim que começo a ver a Primavera de 2015 pela mão (ou visão) de Altuzarra!

… mais uma vez

<Imagens Style.com>

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s