No Gloves On

Vê Lá Onde É que Cortas, Oh pahhhh!

Leave a comment

Chega uma altura inevitável na vida de um cabelo – acontece a cada 10 anos, 5 ou mesmo 2 anos, dependendo da forma como está cuidado – o corte brutal!

O cabelo está a precisar de mais qualquer coisa e a rotina normal não chega, ou simplesmente queremos aquela boa sensação de mudar o look do cabelo.

Costumo cortar o cabelo 2 vezes por ano, no início do Outono e no início da Primavera, mas não é o corte brutal, é apenas um corte de ‘manutenção’ para dar um boost para as estações frias e quentes. Normalmente para o Inverno vai mais curto e bem direito e para o Verão mais comprido e bem escadeado – porque o meu cabelo é comprido, liso e demasiado grosso (quase juba) para conseguir sempre ter mão nele. Nota: para mim comprido quer dizer, no limite dos limites, um palmo abaixo da linha dos ombros.

Jim Morrison deixou o alerta: ‘Some of the worst mistakes of my life have been haircuts’ e para mim faz sentido dar atenção ao que o homem disse, é melhor abordar a necessidade destes cortes com cuidado e algum medo…

Mas enfim, chegou a hora! Já não sou só eu que sinto, o espelho também já vê!

Então, ‘bora pro cabeleireiro!

E normalmente vai assim:

– Então como é que vai ser? (pergunta-me a cabeleireira enquanto analisa o meu cabelo molhado com os dedos em forma de pinça)

– Está na altura do grande corte… (digo bem confiante ou a tentar mostrar confiança, não sei bem qual)

– Pois… (pausa… sem tirar os olhos do meu cabelo e a boca num trejeito de quem vem com más noticias)

Pronto, lá se foi a confiança!

– Então? (só as minhas pupilas mexem…)

– Eu vou ser honesta – (porquê??) – Convém dar mesmo um bom corte…

– Por onde?? (agora as pupilas já não reajem…)

Se for até à linha dos ombros, siga! Se traçar uma linha pelo pescoço, nada feito!

Já nos conhecemos há algum tempo, e ela sabe que para lá da linha dos ombros – e sem vodka à mistura – para não dizer impossível, digo que é muito muito pouco provável (só 1 vez em 10 anos, e não voltará a acontecer tão cedo…).

– Vamos ver! (e agarra na tesoura, confiante…)

– Mas não me corte para lá dos ombros! (na minha insegurança sinto necessidade de relembrar o acordo)

Ela sorri (misto de sorriso maternal com o olhar Sweeney Todd) enquanto me agarra no cabelo puxando e esticando bem e segurando-o todo num grande rabo de cavalo e…

SUCA! (eu e a cadeira somos um só, as minhas pupilas dilatam-se…) O cabelo cai para a frente e fica 2 dedos abaixo da linha dos ombros…

– Pronto! – diz, orgulhosa, com um troféu de cabelo cortado na mão esquerda – Agora vamos lá tratar deste cabelo! (observo-a ainda com as pupilas dilatadas, ela tirou prazer do que fez…)

Eu sei que o que ela fez, fez bem, já aconteceu antes, e é uma maneira de ‘matar o bicho’ de uma vez por todas em vez de me deixar na agonia de ver o cabelo a ser escortinhado lentamente e que só iria resultar numa cena de observação felina num estudo muito desconfortável de todos os seus movimentos, MAS fico em choque, não consigo tirar os olhos do espelho e a minha cara ficou sem expressão…

Estou algures no meio de uma sensação deliciosa de liberdade e o frio do bloqueio. Olho para a cabeleireira à procura de alguma segurança… É que ela é muito boa no que faz, é uma das melhores e sabe isso, e a sua atitude acaba por me dar confiança quando não me sinto muito segura do processo de corte drástico pelo qual o cabelo tem que passar.

Ela nem olha para mim, precisa de espaço para fazer o que sabe, e isso dá-me a segurança que preciso.

Dá voltas e voltas ao meu cabelo e, finalmente, está satisfeita!

WOW ! Neste momento estou em adoração ao meu cabelo ‘novo’…

– Vê??

Orgulho e vaidade, estão escarrapachados na cara dela, e com razão…

No final de contas, acabou por não ser preciso subir muito o corte, ela achou maneira de conseguir tirar tudo o que tinha que sair sem que subisse a linha dos ombros, num fantástico long bob, bem rente aos ombros pela frente e escortinhado um pouco mais curto lá para trás…

GENIOUS!!

 

<Fotografia de Patrick Demarchelier>

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s