No Gloves On

Os Pormenores Crus da Chloé

Leave a comment

Esta colecção para o Outono 2014 da Chloé deixou-me aquela sensação familiar de como quem encontra algo ou alguém de um passado demasiado distante para o poder localizar ou reconhecer, mas que sem dúvida se reconhece.

Dentro das cores, das texturas e dos cortes tão perfeitos, havia qualquer coisa de despido ou – na procura da melhor palavra… – cru nas peças, que me chamou muito a atenção. Transparecem algo de selvagem ou pouco civilizado e também muito íntimo que dá aquele conforto de familiar. E claro, como ‘o diabo está nos pormenores’ é lá que se encontra esse poder do cru com mais força.

É quase indescritível, mas é uma sensação que sabe tãooooooooo bem!

E está em todos os pormenores desta colecção, quer seja nos acessórios, nas pulseiras – AQUELAS PULSEIRAS… Que me fizeram logo saltar da cadeira – e nos anéis, na roupa ou nos sapatos, o próprio corte da roupa e as texturas, e a forma como as peças caiem e seguem o movimento do corpo, transparecem um vibe muito intimo e nosso que é muito raro encontrar – como por exemplo ‘aquele’ vestido ou túnica de linho branco que sabe tão bem vestir depois de um dia de Verão passado na praia…

Sabem essa sensação?

É uma sensação muito pessoal, muito CRUA e não tem estação ou momento apropriado para ser usado. Aparece em certas peças de vez em quando, mas de alguma maneira encontrei essa sensação em toda esta colecção…

<Imagens Style.com>

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s