No Gloves On

Os Anti-Heróis – Qual o favorito?

1 Comment

E como as Séries de TV se tornaram algo TÃO mais viciante?

A sério!! Deixam uma pessoa ainda mais ‘viciada’ do que em qualquer outra altura, ou época, imagino! Aquela antecipação antes de um episódio e aquela expectativa quando o episódio acaba. No meu caso, fico assim como parada no tempo uns bons minutos a tentar processar tudo o que aconteceu e coordenar como voltar à vida real, a tentar lembrar-me de tudo o que tenho para fazer. O mais estranho ainda é a sensação de vazio que fica no ar depois da série chegar ao fim… Incrível!!

E a culpa destas sensações todas?

Dos Anti-Heróis.

Personagens que, por linhas MUITO (mesmo muito) tortas, adoramos seguir desesperados para que consigam o que querem, porque por trás de toda a batalha mental e a procura pelo mais certo (?) ou o eticamente correcto, há o lado humano com que nos identificamos imediatamente. Dado o contexto, reconhecemos a opção da personagem? Identificamo-nos ou reconhecemos a necessidade de sobrevivência do ser humano, e por quaisquer meios…? O lado anti-herói do ser humano? E quando vem a pergunta inevitável com que nos debatemos durante o percurso da personagem ‘É correcto?’, defendemo-nos imediatamente com a resposta muito fácil de que ‘É só uma séria de TV…!’

O Dexter, um serial-killer de serial-killers

A Nancy Botwin, uma viúva com 2 filhos e uma vida nos subúrbios, desesperada por pagar contas, trafica Erva pela comunidade…

A Carrie Mathison, uma agente da CIA que se atravessa de todas as maneiras mais questionáveis e possíveis para apanhar e salvar um Marine que foi torturado e transformado num terrorista (outro Anti-Herói) procurado pela CIA…

O Don Draper, ui! O Don Draper é um publicitário no mundo dos anos 60, que enfim… É um sacana/safado sem escrúpulos! Mas tem tanta pinta…

E o último grande Anti-Herói a andar por aí? Heisenberg? Walter White? Um professor de química do liceu, diagnosticado com um cancro terminal, um bebé a caminho e que se vê sem dinheiro para pagar as contas no final do mês, quanto mais para pagar o seu tratamento ou deixar algum dinheiro para a família poder viver sem ele? Começa a ‘cozinhar’ metanfetaminas com um ex-aluno seu, o tóxico-dependente Jesse Pinkman (outro Anti-Herói) e entra no submundo do crime…

E por todos eles andei sempre a torcer para que corresse sempre o melhor possível para cada um!

Actores fenomenais a representarem papéis fora de série e que têm deixado o mundo de boca aberta com as melhores representações alguma vez vistas. Então – para mim – Bryan Cranston (o Heisenberg) deu momentos do melhor que a representação tem para dar ao mundo!

Enfim… São os Anti-Heróis! Trazem momentos muito questionáveis e muito humanos, que no fundo entendemos, mas na verdade das verdades, ‘podemos’ gostar deles porque é só uma série de TV.

E qual o favorito…?

E qual será o próximo grande Anti-Herói?

Estamos à espera…

 

<Imagens Sho.com, HBO.com, Amc.com>

One thought on “Os Anti-Heróis – Qual o favorito?

  1. Pingback: Jamie and Brienne Sitting in a Tree, K-I-S-S-I-N-G… | No Gloves On

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s